Justificativa

[contribuição científica] A pesquisa se justifica por duas principais razões . A primeira está ligada à ruptura da Independência do Brasil em 1822. A recente historiografia brasileira tem demonstrado os laços que uniam o Brasil e Portugal após a Independência brasileira, reconhecida por Portugal somente em 1826. A atuação política de exilados liberais no Brasil, principalmente os portugueses, que se exilaram por causa das perseguições do regime de Dom Miguel em Portugal, é uma dessas ligações. Alguns dos exilados advertiam Dom Pedro I que assegurasse a Independência do Brasil frente às pretensões de Dom Miguel e seu tio Fernando VII da Espanha em recolonizar à América.

A segunda razão refere-se à atuação de brasileiros envolvidos nos processos crime abertos em Lisboa, acusados de fazer oposição ao regime de Dom Miguel. A aproximação entre o tema do exílio e o tema desses brasileiros pode trazer esclarecimentos sobre o trânsito de ideias e projetos políticos nos continentes europeu e americano.

[contribuição social] Uma possibilidade aberta pelo tema do exílio é a transcrição de documentos manuscritos. Algumas fontes da pesquisa são manuscritos da época, entre elas, diários, cartas e correspondências que podem ser trabalhadas com estudantes do ensino básico e universitário. A partir desses documentos é possível compreender parte do tema da pesquisa abordando, por exemplo, alguns aspectos da experiência política dos exilados.