O Projeto

Tema

O tema é o fenômeno do exílio político. É sobre os exílios  liberal e antiliberal de países do sul da Europa no geral como Portugal, Espanha e Itália. Para o caso português, a análise está focada no período do miguelismo entre 1828 e 1834.

Hipóteses

Os exilados se constituíram como porta-vozes de culturas políticas quando chegaram no Império do Brasil a partir de 1828. Eles também foram construtores do Império, contribuindo para a formação do Estado e da Nação brasileiros.

Objetivos

Os exilados atuaram nas instituições associativas como o Real Gabinete Português de Leituras e o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB), ambas fundadas em 1837 e 1838 respectivamente. O objetivo é apontar suas contribuições para a cultura portuguesa nesses espaços.

Outro objetivo é trazer novas contribuições sobre a formação e constituição dos Estados Nacionais contemporâneos, são os casos de Portugal, da Espanha e do Brasil.

Por fim, apontar também o trânsito de pessoas, ideias e projetos numa dimensão transatlântica, isto é, entre os contextos europeu e americano.